Notícias

Mercado prevê nova queda na taxa de juros para o fim deste ano

Imagem retirada de Imagem retirada de https://blog.traderbrasil.com/2018/05/23/como-trabalhar-no-mercado-financeiro/
Imagem retirada de Imagem retirada de https://blog.traderbrasil.com/2018/05/23/como-trabalhar-no-mercado-financeiro/

Os economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) no fim de 2019 e 2020. O Relatório de Mercado Focus trouxe na manhã desta segunda-feira, 1º, que a mediana das previsões para a Selic em 2019 foi de 5,75% para 5,50% ao ano. Há um mês, estava em 6,50%. Já a projeção para a Selic no fim de 2020 foi de 6,50% para 6,00% ao ano, ante 7,25% de quatro semanas atrás.

No caso de 2021, a projeção seguiu em 7,50%, ante 8,00% de um mês antes. A projeção para a Selic no fim de 2022 permaneceu em 7,50%, igual ao visto um mês antes.

No dia 19, o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou a manutenção, pela décima vez consecutiva, da Selic em 6,50% ao ano. Ao mesmo tempo, vinculou eventuais novos cortes da taxa ao andamento da reforma da Previdência no Congresso. No comunicado sobre a decisão, o Banco Central também disse que a recuperação econômica parou e avaliou que o cenário externo está mais favorável.

Queda na Selic
Já as projeções mais recentes do BC, considerando o cenário de mercado, apontam para inflação de 3,6% em 2019, 3,9% em 2020 e 3,9% em 2021. Elas constaram no Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado na semana passada.

No grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções (Top 5) de médio prazo, a mediana da taxa básica em 2019 seguiu em 5,50% ao ano, ante 6,50% de um mês antes. No caso de 2020, foi de 6,25% para 6,00%, ante 7,00% de quatro semanas atrás.

A projeção para o fim de 2021 no Top 5 foi de 7,50% para 7,25%. Há um mês, estava em 8,00%. Para 2022, a projeção do Top 5 permaneceu em 7,00% ao ano, ante 7,50% de um mês antes.

Ainda de acordo com o relatório, a projeção mediana para o IPCA de 2019 atualizada com base nos últimos 5 dias úteis passou de 3,80% para 3,79%. Houve 51 respostas para esta projeção no período. Há um mês, o porcentual calculado estava em 3,98%.

No caso de 2020, a projeção do IPCA dos últimos 5 dias úteis foi de 3,90% para 4,00%. Há um mês, estava 4,00%. A atualização no Focus foi feita por 49 instituições.

Fonte: Udop, com informações de O Estado de S.Paulo (escrita por Fabrício de Castro)